A intensidade do treino é relativa

Treinos curtos e intensos! Onde a intensidade depende da tolerância ao esforço. Aquela senhora sem hábitos de exercício, que pedala na bicicleta reclinada, com uma rotação que quase nem activa o painel electrónico, cuja pulsação está abaixo da zona alvo de treino e que diz ao professor: – Professor! As pernas estão muito quentes! Isto está muito difícil! Essa sensação de intensidade, pela qual ela não está habituada a passar, é um estímulo intenso que provocará adaptações no seu corpo. Ou seja, a intensidade é relativa à condição do indivíduo e à tolerância ao esforço.

Um comentário em “A intensidade do treino é relativa”

Os comentários estão fechados.