Um bom personal trainer

Esta semana perguntaram-me o que era para mim um bom personal trainer (PT). Tive dificuldades em responder, pensei nos melhores professores que tive, pensei nos melhores treinadores que conheci, pensei nos melhores educadores para encontrar características comuns. E adicionei também aquilo que um bom treinador pessoal não deverá ser. Assim, procurei destacar algumas características de um bom PT:

  • Terá de ser íntegro, fazer aquilo que diz, dar bons exemplos, ser líder.
  • Os melhores treinadores conseguem mudar hábitos, por isso um bom personal trainer consegue que um aluno fumador há mais de 10 anos, deixe o hábito e tome novos rumos, novos hábitos saudáveis.
  • Deverá ter competências de vendedor, mas acima de tudo uma perspectiva de marketing sempre activa. Nos seus actos, nas conversas entre amigos ou familiares, deverá estar sempre pronto a educar de forma subtil para a junção entre o exercício físico a saúde e a mudança de hábitos.
  • Cria uma boa relação profissional com os seus alunos.
  • Centra a sua atenção nos pontos fortes dos seus alunos, salientado-os muito antes de tentar mudar os pontos fracos.
  • Não baseia o seu trabalho em testes ou em literatura animal.
  • Interage com os outros funcionários do local onde trabalha de forma a criar o máximo de impacto possível nos clientes e nos potenciais clientes.
  • Aposta forte no marketing interno e está consciente que a melhor forma de conseguir novos clientes é fazer um trabalho extraordinário com os clientes actuais.
  • Interessa-se pelas pessoas. E coloca-as acima de todas as metodologias de treino e procedimentos técnicos.
  • Ajuda a integrar novos clientes no ginásio.
  • Procura fomentar interacção entre os seus clientes e os outros sócios do ginásio.
  • Explica de forma que os seus alunos compreendam.
  • Escuta de forma atenta.
  • É pontual. Faz tudo para chegar ao local de trabalho 15 minutos antes de iniciar a função e consegue repetir esse processo mais de 200 ou 300 vezes consecutivas sem falhar.
  • Está sempre apresentável: bem cheiroso (mas não em demasia); bom hálito mas sem mascar chiclete, roupa limpa e bem “arrumada”, cabelo “no seu lugar”…
  • Está sempre a tentar melhorar nos detalhes das sessões de treino que efectua.
  • Procura o envolvimento da família e dos amigos dos seus clientes nos processos de mudança de hábitos.
  • Adora o seu trabalho e transpira paixão à sua volta.
  • Diria ainda que, os melhores, são capazes de convencer seus Pais e seus familiares mais velhos a aderirem a um programa de exercício físico. Se forem muito bons, conseguirão que essas pessoas se inscrevam e frequentem um ginásio regularmente.
  • Um bom PT é recomendado pelos seus clientes e pelos seus pares profissionais.

Quem me dera ser um bom personal trainer!

2 comentários em “Um bom personal trainer”

  1. Pingback: Artigos de opinião « The dojo

Os comentários estão fechados.