Auto-diálogo durante 1500m a nadar

O auto-diálogo distingue os atletas de sucesso. A nossa mente efetua e responde constantemente a perguntas de nós próprios. Os pensamentos podem ser vistos como perguntas que a nossa mente nem sempre responde da forma mais positiva possível, levando por vezes representações internas da realidade pouco favoráveis a uma boa performance física. Por isso recomendo que nos próximos treinos estejam atentos ao vosso diálogo interno, à forma como falam com vocês próprios para posteriormente verificarem como podem alterar para uma linguagem mais poderosa. Na piscina é mais fácil estarmos focados no inner game. Após ter realizado 1500m numa piscina de 50m, resolvi registar algumas frases que no final ainda recordava terem soado na minha cabeça durante um treino matinal antes de lecionar um curso fantástico de personal training em Viseu há uns meses atrás.

Da última vez fiz 1km. Que tal se fizesse 1500m hoje? Não sei. Dormiste pouco… Vamos lá! Vamos fazer 500m para já! Que fria está a água!

[Piscina quase vazia. Tem uma pessoa na pista um e as do meio estão livres.] Melhor! O tipo que está a nadar é pró! Vamos lá começar. Siga!

[Primeiras braçadas.]

Sinto frio. Ainda bem que hoje trouxe estes calções. Deslizam melhor! Ainda estou a meio da piscina. Quando fica escuro não gosto e esta piscina é metade escura na zona mais profunda. Vai! Respira! Bandeirinhas! Estou a chegar!

[Mão na berma. Apoiado no muro.]

Vamos! Respira 4 vezes e continua!

Cá vou eu. Vou-me concentrar na rotação dos ombros. Roda, roda, roda…

[Engasguei.] Tosse! Tosse que isso sai. Continua.

Corda!

Bandeirinhas!

Fundo claro! Estou perto da margem.

Vou contar as piscinas de 2 em 2. Para 1500m tenho de fazer 15. Cum carago! Mais duas e tenho 500m. Sinto-me bem. A respiração está controlada!

Vou contar braçadas nos segundos 500m. Se calhar não. É tão grande a piscina!

Bandeirinhas! Estou a chegar.

4 respirações… Vamos lá!

500m! Respiro 8 vezes fora de água.

Aquele tipo nada que se farta! Ainda bem que não salpica! Esta piscina é um espetáculo! A água afinal está boa!

Mais 2 piscinas. Vamos!

Vou meter a mão logo acima do ombro mas não tão à frente. Ora vamos lá!

Mais 50m Vira!

Tive uma ideia! Vou deslizar os dedos da mão na recuperação da braçada. Isso mesmo!

Descontrai! Solta o braço!

Vou contar braçadas.

Ai! Nem a meio cheguei. Mas 1000m faço de certeza.

Não comi nada. Será que posso desmaiar dentro de água? Esquece! Continua! Estás bem!

Já fizeste mais de metade.

Mais 4 piscinas e fazemos 1km!!!

Desliza! Desliza! Desliza!

Quando chegar aos 1000, começo outra piscina. Tenho tempo antes do curso.

1km!!!

Respiro 4 vezes e avanço.

Já estou nos últimos 500m!!!

Desde o tempo em que nadava em Espanha que não faço 1500m. Energia!!!

Faltam 3x50m! 3 voltas vá!

Vou chegar ao fim!

Com calma! Conta braçadas. 1…, 2…, 20… Acho que já passei do meio da piscina porque isto está mais escuro. Não pode ser. Costumo fazer quase 60 braçadas por piscina. Hummm!!! 46… Aqui está o T!… 48!!! 48 braçadas! 4 respirações e siga!

Desliza! Desliza! Desliza!

Vou ver quanto demoro a fazer as últimas 2.

Respira! Respira! Respira! Vamos!!!

Bate pernas agora!

Tempo! 1’10”

Vou respirar 10x e dar o máximo agora. É a última por isso posso cair para o lado 🙂

57 segundos!!! Excelente! Abaixo de 1min. E sinto que podia ir mais rápido 🙂

Consegui!

Maluqueira era fazer a minha idade em burpees como faço no final das corridas longas. Eh! Eh!

Não! isso é muito!

Cala-te e começa! Vai!

1! Mãos no chão, salto para trás… Flexão de braços… Salto para a frente e salto para cima! 2!…

Aos 24 paro! Cala-te e segue devagar!

24! Páro!

Mais 20. Vamos Paulo! No Verão fazias 100 todos os dias em séries de 20! Na boa!

1…

2…

3…

20!

[Termino fisicamente desgastado mas cheio de energia mental para liderar um grupo de formandos durante 7h 🙂 ]